Aqueles que não acreditam em mágicas, nunca irão encontrá-la.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Eu quero este luxo todo pra mim...

Dirce Navarro de Camargo, a mulher mais rica do Brasil, segundo levantamento da revista Forbes, morreu aos 100 anos no último sábado e deixou uma fortuna estimada em R$ 13,8 bilhões.
Foi esta a notícia que li hoje ao acordar e de repente me veio um pensamento:Será que esta mulher era feliz? Sim, com certeza se for pensar no lado financeiro, sem dúvida, imagine quantas coisas ela pôde comprar sem ter que economizar.Mas não sei, acho que pessoas assim devem viver sempre preocupadas com o que acontece ao seu redor, sei lá...
Dinheiro é bom, sem dúvida, mas não é tudo.
Acho que para se viver bem, não precisamos de tanto.
Olha, quer saber, algumas coisas para mim são mais importantes e o custo é zero.E, estas coisas você só consegue se estiver bem.
Quer ver? Tô pensando aqui... Hoje acordei bem disposta, quando cheguei à cozinha para tomar meu café a primeira coisa que avistei foi minhas 3 filhinhas de 4 patas esperando por mim, com aquelas carinhas de "mamãe quero você". Não começamos o dia sem nos abraçarmos e de quebra, ganham uma bolachinha.Para elas isso é luxo!
Outra alegria, lavando a louça percebi que minha "barriguinha" diminuiu uns 2 cm, vou entrar naquela calça jeans que amo, e que guardei para o inverno porque sabia que ela iria me servir.
Agora mesmo estou indo ver o mar e como escrevi ontem no meu facebook, "Você quer saber o que é o encanto? É no silêncio você ouvir o barulho do mar."
Depois chego em casa, preparo um almoço dos deuses, saladinha de atum com Folhas verdes (alface, rúcula, agrião..)tomates,queijo provolone picado em cubos,orégano,azeite e sal.E para companhar
um arroz branco.Suco bem gelado,não é um luxo?
Meu banho, coisa fina.Depois vou para o meu quarto, ligo meu ventilador,deito em minha cama com os lençóis lindos, floridos
cheirosos, que comprei numa super liquidação e que paguei barato por tanto conforto e tiro um cochilo.E lá fora ouço o barulho dos pássaros, que agora no outono eles vêm todas as tardes para se deliciarem com os pés de açaí.
Não é um luxo?
Por Cris.