Aqueles que não acreditam em mágicas, nunca irão encontrá-la.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Mim

Minha mãe era muito brava quando queria educar suas três filhas.
Eu e minhas das irmãs. "Minhas filhas são educadas e obedientes."
rss... eu encolhia os ombros e com a mão na boca, sorria.
E tinha que ser mesmo, senão, domingo ficava de castigo e não ia à praça tomar frapê.Você já tomou frapê?Eu tenho a receita.

Mas como toda caçula eu andava grudada na minha mãe, cheretando tudo que ela ia fazer, queria fazer também, mas fazia errado."Não é assim filha, deixa que eu te ajudo." e às vezes falava errado também.
 "Mãe compra pastel pra mim comer, quero comida não!" 
" Mãe, faz suco pra mim beber."
Mim não come, mim não bebe.
Compra pastel pra eu comer.Faz suco pra eu beber, entendeu?
Entender não entendia não, mas aprendi com o tempo.
E um dia brincando em baixo da mesa em que minha mãe tagarelava com a tia Florzinha, ouvi essa:"Ah, ela é muito grudada em você, isso não é bom, e muito mimada também."

Ta, ta bom, posso ter sido mimada, mas deixa eu te dizer uma coisa:" depois que cresci e passei por poucas e boas, MIM não tinha ninguém pra comprar pastel e nem fazer suco. MIM fez tudo sozinha, trabalhou, criou os filhos, educou ... pois é, fez bonito.E porisso deixo aqui uma mensagem, foi muito bom ser grudada em minha mãe, ser amada, paparicada, e por que não? Mimada.
Foi tão bom.Saudades...

Por Cris.